Avalanche Tricolor: líderes, invictos e felizes!

 

Grêmio 2×0 Coritiba
Brasileiro – Arena Grêmio

 

27239659552_d3eaf4acd9_z

A felicidade de Everton, na foto de LUCAS UEBEL/GREMIOFBPA

 

Quatro campeões brasileiros nas quatro primeiras rodadas. Três vitórias e um empate. Seis gols marcados, nenhum tomado.

 

Ser líder do Campeonato Brasileiro não é obra do acaso. É obra de Roger e sua equipe. Uma gente que decidiu responder as críticas ouvidas após as desclassificações do início da temporada trabalhando duro a cada treino, acertando o que estava desacertado e levando para campo o futebol qualificado que começou ser desenhado no ano passado.

 

O passe, na partida de hoje, demorou para entrar. Mas quando entrou, não havia retranca capaz de segurar nosso ataque. Everton tentou uma primeira vez pegando a bola sem deixar cair no chão. E foi muito feliz na segunda, quando se antecipou ao zagueiro e marcou o gol que abriria nossa vitória.

 

Foi feliz, Everton, sim. E somente o foi graças ao trabalho de equipe, pois nas duas jogadas foi a troca de passe precisa e o deslocamento dos jogadores pelo lado esquerdo que colocaram nosso ataque em condições de gol.

 

E a felicidade foi ainda maior quando o mesmo Everton misturou velocidade e técnica para dar duas meias-luas em seus marcadores e provocar o pênalti, no segundo tempo. Pênalti cobrado com muita tranquilidade pelo goleador Luan.

 

E se nosso ataque foi feliz, foi porque nossa defesa soube segurar as tentativas do adversário. Aquela mesma defesa da qual muitos de nós reclamamos – e muitas vezes com justiça – acertou a passada, a despeito de ter de buscar sua formação no banco de reserva nos últimos jogos.

 

E se o ataque e a defesa foram felizes, nós estamos felizes, é lógico.

 

Felizes e conscientes de que a maratona do Brasileiro cobra preço alto das equipes de ponta e esta corrida está apenas se iniciando. Outros campeões cruzarão nosso caminho, e azarões também estarão dispostos a nos surpreender.

 

Agora, independentemente do que possa acontecer daqui pra frente, e quero crer que este Grêmio tem muita coisa boa para fazer ainda, hoje é momento de aproveitar e curtir as alegrias que Roger e sua equipe nos oferecem.

 

Sejamos felizes!

10 comentários sobre “Avalanche Tricolor: líderes, invictos e felizes!

  1. Estava na estrada, vindo do Mato Grosso do Sul ao Paraná, ouvindo a partida. Já em solo paranaense pude ouvir o primeiro gol gremista. Cheguei em casa a tempo de ver a cobrança de pênalti. Seria melhor se o Santos tivesse segurado nossos coirmãos. Mas não importa, critérios de desempate servem para momentos como esse. Já é o melhor momento do Grêmio na era dos pontos corridos. Quatro jogos no início sem derrotas e sem nenhum gol sofrido. Muita calma até o final, e com a esperança de que o time, ao manter Roger, sempre esteve no caminho certo.

    Abs

    • O importante neste momento é acumular o máximo possível de pontos, e, principalmente, não desperdiçar os mais fáceis. Em temporadas passadas, deixamos de ir além por derrotas em casa contra times com menores pretensões no campeonato ou mesmo pontos perdidos fora de casa em partidas que estavam praticamente resolvidas a nosso favor. Vencer o Coritiba, daqueles times que podemos chamar de Touca do Grêmio, já é um bom sinal. Manter-se entre os primeiros, sempre próximo de dar bote final, é fundamental neste campeonato. Estar em primeiro, como agora, é especial de bom.

  2. Normalmente um grande time nos encanta pela grande jogada de um meia ou dos atacantes. Por uma bela plasticidade ou um belo gol. No Grêmio estamos tendo isso também mas o que me encanta mesmo é ver o nosso baita zagueiro Geromel jogar. Tudo o que ele faz é perfeito. Seus desarmes parecem simples, semelhantes ao pai brincando no final de semana na pracinha com o seu filho. Suas saídas de bola são macias e tranquilas. Maravilha de se ver. Vida longa Geromel!

  3. Estamos todos,gremistas que somos (e não aquele bando de exigentes que são sempre os mesmos),ainda mais confiantes em Roger Machado e no seu time vencedor,embora haja muito ainda a se jogar,mas,cara de quem ganha é bem diferente de quem corre atrás de nós,

  4. Atentando muito para essa questão, vamos poder compreender e também
    lidar melhor com as pessoas de todas e cada uma das
    idades, especialmente, nossos alunos. ; até podia
    administrar de mercadoria, podendo ser trocado ou vendido,
    até podia treinar funções produtivas – podia trabalhar como
    cultivador, mineiro, almocreve, artesão -, mas,
    em origem, era uma manadeira de prestígio social e também
    conseguir político para seu http://inb123.s17.xrea.com/sky/sky.cgi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s