Avalanche Tricolor: no deserto, líder e prejudicado

 

 

Deportes Iquique/Germano Delfino 2×1 Grêmio
Libertadores – Zorros del Desierto/Calama CHI

 

 

IMG_7544

Barrios marca em jogada ensaiada, na reprodução da FoxSport

 

 

O jogo foi no deserto de Calama. E o deserto é seco. Como era seco o campo, onde a bola mal rolava. Secou também o futebol do Grêmio, nesta noite, no Chile, especialmente após a intervenção do árbitro.

 

 

No mano a mano, enquanto éramos nós contra eles, fomos melhor.

 

 

E melhor chegamos ao gol, após cobrança de falta bem ensaiada: o cruzamento encontrou Kanemann no primeiro pau que, de cabeça, desviou para o outro lado, onde estava Barrios, o goleador. E goleador está lá para fazer o que Barrios faz. Marcado, acossado … tanto faz. Ele chuta a gol. E marca. Foi o quinto nas três últimas partidas.

 

 

Um pouco antes do gol, foi o mesmo Barrios que se colocou à frente dos zagueiros para cabecear no travessão. Um pouco à frente. O suficiente para estar impedido, o auxiliar perceber e o juiz parar a jogada. Estava certo o árbitro, desta vez. Em todas as outras jogadas cruciais, ele errou. E errou todas contra nós. Nenhuma para o adversário. Um típico árbitro ruim só para um lado.

 

 

Do pênalti, se desse jogo perigoso teríamos aceitado. Deu pênalti, permitiu a reação do adversário e tirou o Grêmio do sério. Não bastasse, usou o cartão amarelo para impedir a marcação forte do nosso time. Nos obrigou a entrar com mais cuidado contra uma equipe que sabe jogar com a bola no pé.

 

 

A secura do futebol gremista só acabou quando Arthur entrou no meio de campo. O menino fez a bola rodar para cá e para lá. Virou o jogo, encontrou colegas livres de um lado e de outro. Aproximou-se de Barrios e buscou o gol. Confesso, me fez pensar que se estivesse no time desde o início talvez tivéssemos reagido melhor aos erros do árbitro. E à marcação do adversário.

 

 

Agora é esperar que na rodada final volte a confiança no futebol que gostamos de jogar, com marcação alta, movimentação intensa, troca de passe rápida e velocidade em direção ao gol. Esperar que o árbitro se limite a arbitrar. E a Arthur seja dada a oportunidade de jogar.

 

 

Em tempo. Antes de começar com mimimi, lebre-se: o Grêmio é líder na Libertadores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s