“O exercício da religião é fundamental nesse momento”

Com a devida autorização, reproduzo com destaque neste post, a mensagem, antes privada, enviada pelo Padre Manoel Corrêa Viana Neto, em resposta a texto que publiquei no dia 6 de abril:

Milton a paz! Enviei para ti um argumento plausível e concordo com aquilo que penso sobre a abertura das igrejas, defendida pelo Dr. Taiguara Fernandes de Souza. “Não existe sacramentos virtuais”!


Depois, a pandemia não atinge somente o corpo, mas a psique e a alma e o exercício da religião que não é apenas algo intimista, mas sobretudo comunitário é fundamental nesse momento.

Tenho atendido muitas pessoas que estão sofrendo sobremaneira na alma porque privadas da eucaristia e da participação na igreja.


Quando você fala que somos templos do Espírito Santo, invocando uma passagem de São Paulo aos Coríntios (6,19), não pode esquecer do contexto que esta passagem é citada: o problema da imoralidade e do contra testemunho de cristãos! Ou seja, com uma mentalidade mundana, é por isso que logo a seguir ao versículo por você citado, no 20, ele vai dizer que “fomos comprados por alto preço. Portanto, devemos glorificar a Deus com o nosso próprio corpo”. Isto é, pela fé autêntica e corajosa…


Você já imaginou se os cristãos dos primeiros séculos se intimidassem com a perseguição e se resignassem na sua fé, não celebrando e não se encontrando, mesmo à custa do martírio? Certamente não estaríamos aqui refletindo sobre essa situação…


Já dizia o provérbio latino: “Quot capita, tot sententiae” (quantas cabeças, tantas sentenças). O que me preocupa é o cerceamento de um direito constitucional e soberano: o da liberdade de religião, tanto no foro interno como externo.

Isto é o que eu gostaria de expressar a você no teu post.


Um abraço e que Deus te abençoe!

NB: duas outras mensagens deixadas na área de comentários do blog trazem outros argumentos contrários a minha opinião, exposta no post “É um pecado querer fiéis de joelho nas igrejas diante de um vírus que mata“. Convido-os a ler, refletir e, se entenderem pertinente, deixarem também os seus argumentos, com a mesma generosidade que fizeram aqueles que por lá passaram

4 comentários sobre ““O exercício da religião é fundamental nesse momento”

  1. Como cristão evangélico, não compara essa medida provisória de isolamento à cultos presenciais nos templos e igrejas, com a perseguição que sofreram os mártires do cristianismo. Esse é um momento específico de preservar a nossa vida e a vida do próximo, como prática do amor mandamento. Para que não precisemos chorar pelos outros, e nem os outros por nós.

  2. Excelente a oportunidade de reflexão proposta por esses posts. Quanto mais falarmos sobre o tema, melhor. Tudo o que estamos vivendo é muito triste e sem precedentes em nossa geração. Tantas mortes diretamente ligadas à contaminação do vírus e tantas outras mortes indiretamente ligadas advindas quase como que de um efeito colateral à pandemia: a partir de um isolamento social que acaba indo contra a nossa natureza. Afinal, fomos feitos para a liberdade e para vida em comunidade. A posição do Padre Manoel me parece bastante coerente com o que vemos por aí: tantas pessoas sofrendo afastadas de suas comunidades … principalmente em lugares onde não chega um psiquiatra, um psicologo ou alguém que possa levas algum consolo para questões mais emocionais. O atendimento, o culto, a missa on-line não substitui a presença! Sera que não é possível caminharmos para um cenário em que a Igreja e os templos podem abrir com protocolos e com segurança? Sera que não conseguimos uma solução menos radical e que nos permita ter acesso aos sacramentos que sustentam nossa alma?

  3. Os sacramentos, instituídos por Nosso Senhor Jesus Cristo, são tão essenciais para a alma como os alimentos para o corpo. Deus não fez nada supérfluo. É um crime evitar que os católicos recebam a eucaristia e demais sacramentos. Sempre AMDG.

  4. Claro que nós católicos praticantes, sentimos muita falta de assistir presencialmente a missa dominical e receber a eucaristia. Mas neste momento delicado, com esta pandemia atingindo o mundo, temos que ser super cuidadosos em todos os sentidos. Já perdi 5 parentes bem próximo e mais 8 que foram contaminados e conseguiram sobreviver.

Deixe uma resposta para leticia@quintal22.com.br Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s