Feldmann é verde mas quer falar de todas as cores

 

“Me acusam de ser monotemático, mas só me perguntam sobre meio ambiente”. A frase é do candidato do PV Fábio Feldmann que acabara de deixar o estúdio do CBN São Paulo para gravar depoimento à TV Globo. Disse com um sorriso no rosto e sem elevar a voz (ele nunca levanta a voz), mas soou como uma crítica à imprensa.

No estúdio de internet da CBN, em 30 minutos de conversa, Feldmann falou muito sobre temas ambientais, mas também teve de apresentar propostas para as áreas de educação, saúde e economia. Respondeu várias perguntas, ainda, sobre transporte – afinal, foi ideia dele o rodízio de carros. Restrição que atingia toda a região metropolitana e tirava de circulação os automóveis durante o dia inteiro para combater a poluição do ar. E lá voltamos nós a temática verde.

Vasculhei as sugestões dos ouvintes-internautas,: qualidade da água, preservação das matas, queimadas no campo, transporte mais limpo … meio ambiente de novo.

Afinal, o que se pode esperar de um candidato que representa o Partido Verde ?

O que deve incomodar Feldmann é que apesar de haver mais consciência do cidadão em relação ao tema – a discussão está em todas as partes, na academia, nos meios de comunicação e no mundo corporativo – isto não se transforma em voto.

Em São Paulo, nenhum dos principais candidatos do PV consegue decolar nas pesquisas. Marina, presidente, Feldmann, governador, Ricardo Young, senador, aparecem com baixa preferência entre os eleitores. Resultado, também, da pequena exposição na campanha de rádio e TV. Registre-se que Feldmann acredita que o partido sairá maior deste pleito, ao menos em relação ao número de deputados.

Nem mesmo a baixa arrecadação parece lhe tirar a confiança. A candidatura dele conseguiu pouco mais de R$ 1 milhão, dinheiro que está publicado e registrado no site da campanha. Sendo um dos dois candidatos ao Governo de São Paulo que se cadastraram no site Ficha Limpa e assumiram o compromisso de atualizar as contas e divulgar o nome dos doadores antes das eleições, tive a curiosidade de saber se algum empresário havia pedido sigilo a ele: nenhum, respondeu.

Fiquei surpreso, afinal todos os candidatos ‘grandes’ com quem conversei alegam que o dinheiro costuma ser repassado apenas com a garantia de que o nome do doador não será divulgado antes da eleição.

Surpresa não tive quando ao ver o candidato deixando os corredores da rádio CBN lembrei de olhar a gravata dele. Adivinha qual era a cor ?

Perguntômetro

Antes e durante a entrevista, Feldmann recebeu 22 perguntas, comentários e sugestões. Todos os e-mails foram repassados à assessoria do candidato

3 comentários sobre “Feldmann é verde mas quer falar de todas as cores

  1. Oportuna a sua pergunta sobre os doadores, acabando com o mito que os outros candidatos que se dizem ficha limpa mas fazem de tudo para não liberar sua prestação de contas antes das eleições, coisa que não é proibida pela legislação eleitoral.

    E mesmo que a arrecadação da campanha do Feldmann seja pequena, há algumas grandes empresas que doaram dinheiro para ele.

    Então, os outros candidatos não estão sendo sinceros quando alegam que não irão divulgar os doadores da sua campanha porque eles querem privacidade com seus nomes.

    E não sabendo quem financia esses candidatos, fica claro para mim que os interesses destes candidatos é governar para seus doadores ocultos e não para o povo.

    #EuSoVotoEmFichaLimpa

    • Massao,

      Muitas empresas realmente pedem sigilo e doam sob estas circunstâncias. Infelizmente, ainda não encontramos o melhor caminho para cobrar dessas empresas atitude ética nas doações. O fato, porém, é que os candidatos preferem manter o compromisso com as instituições do que com as pessoas. No caso das doações, interessante ver que a legislação incentiva as empresas e pouco as pessoas a doarem. Além disso, não autoriza os sindicatos ou centrais sindicais a fazerem doações.

  2. É triste ver que candidatos com tanta experiência e partidos com tantas propostas interessantes não possam divulgar devidamente.
    Só consegui conhecer mais sobre ele via internet.
    Agora imagino o povo carente que não tem computador, ficam reféns dos grandes partidos que tomam a maioria dos horários na tv.
    Aqui perto da minha casa, só vejo placas e banners do pt e do psdb, dos outros partidos são derrubadas.
    Ninguem conhece um candidato por um santinho ou até mesmo por um banner.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s