Pauta do dia no #cbnsp 26.03.10

 

grito_munchA lei do barulho foi suspensa pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, após o pedido feito pela prefeitura de São Paulo que entrou com Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin). Com isso, até segunda ordem a denúncia anônima contra os barulhentos que ocupam a cidade continua valendo. (ouça a reportagem)

Acompanhe outras notícias que foram destaque no CBN São Paulo desta sexta-feira:

Morte na rua – Dois moradores de rua foram mortos após serem espancados, na praça Presidente Kennedy, na Mooca. A polícia prendeu um suspeito pelo ataque. Devanir Amâncio da ONG Educa SP comentou a morte dos moradores de rua.

Trólebus em SP – As novas tecnologias desenvolvidas por empresas brasileiras mostram que a cidade de São Paulo deveria investir na ampliação da rede de trólebus. Esta é a opinião do consultor de políticas públicas de transportes Adriano Branco.

Sem telefone e sem luz – Moradores de São Paulo ainda reclamam da falta de energia elétrica que ocorre desde o temporal de ontem à tarde. E cerca de 1.700 telefones ainda estão sem linha desde o acidente em uma obra do Metrô. A Telefônica informa que as pessoas prejudicadas serão ressarcidas. O advogado do IDEC Guilherme Varella explica como os consumidores podem cobrar seus direitos.

Noite Paulistana – Nelly Furtado, Seu Jorge e Zélia Duncan são os destaque do programa Noite Paulistana apresentado pela Janaina Barros.
O Santos convida o adversário a jogar, explica o narrador da CBN Deva Pascovicci. No bate-papo de hoje, Deva também comentou sobre as chances de Corinthians e São Paulo no clássico de domingo.
Esquina do Esporte –

3 comentários sobre “Pauta do dia no #cbnsp 26.03.10

  1. Subprefeituras e PSIU

    Uma atendente do 156 me informou que as queixas ao Psiu recebidas por aquele nº de telefone são encaminhadas às subprefeituras e de lá reencaminhadas ao Psiu. Confere?

    Se a iformação for correta eu gostaria de saber se as subprefeituras têm algum controle sobre o reencaminhamento das queixas ao Psiu. Em outras palavras: qual a garantia de que todas as queixas chegam de fato ao Psiu?

    Já me aconteceu, há alguns anos, de ir pessoalmente à subprefeitura, entrar na sala dos fiscais e pedir prestação de contas sobre minhas queixas. Mandaram-me falar com fulano, que era o responsável. Entreguei nas mãos do tal fulano cópias de fotos de uma festa de aniversário na calçada lotada de mesas e de pessoas, à noite, com balões coloridos na parte externa do bar e tudo. Dei o n° do protocolo sobre a reclamação que fiz e perguntei quais as providências que foram tomadas.
    O fulano perguntou se a denúncia foi anônima, eu respondi que sim, pois tinha o direito de fazê-la desta forma. Ele respondeu que denúncias anônimas não costumavam ser atendidas porque supunha-se que viessem de concorrentes querendo prejudicar o negócio alheio.

    Isto ocorreu há alguns anos, como eu já disse, mas eu gostaria de entender melhor como é que funciona a burocracia do PSIU, para planejar melhor minhas próximas queixas.

    O bar já mudou de dono e de nome, mas continua vendendo cerveja na calçada até 1h da manhã. Às vezes tem aniversário, às vezes tem grupos em que as pessoas se comunicam aos berros e dão estridentes gargalhadas, às vezes tem um ou outro casal bem-educado conversando baixinho. Mas sempre quem decide a quantidade e a qualidade do sono da minha família é o bar da esquina.

  2. Caro Milton,
    Pegando um gancho na sua matéria que ouvi ontem na CBN, gostaria de lhe pedir ajuda para divulgar uma data que ainda é muito pouco conhecida no Brasil. O International Noise Awareness Day (INAD) é celebrado pelo mundo há 15 anos. Nesse dia, sempre em abril, os participantes fazem 60 segundos de silêncio, entre 14:25 e 14:26, para destacar o impacto do ruído nas nossas vidas cotidianas, proporcionando uma pausa e uma oportunidade de conscientização sobre esse problema que atinge todos nós.

    Muitas outras atividades são programadas para os dias em torno da data e acreditamos que com a devida divulgação essa data poderia ganhar a importância que ela merece.

    Nós da SOBRAC acreditamos que só através da conscientização mudaremos esse dogma cultural no qual o ruído é aceito naturalmente como um efeito colateral da sociedade industrializada.

    As atividades previstas para esse ano ainda não foram postadas no site do evento, mas em breve o serão. No site existem links para alguns sites de outros países onde se celebra a data.
    http://www.acustica.org.br/inad2010/

    Para ter uma idéia de como foi o evento ano passado, você pode acessar:

    http://www.acustica.org.br/inad2009/

    Fico ao seu inteiro dispor para esclarecer qualquer dúvida sobre o evento e a SOBRAC.

    Um abraço,
    Gilberto Fuchs
    ********************************************
    1º Secretário Interino
    Sociedade Brasileira de Acústica – SOBRAC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s