A Fita Branca: obra prima e virtuosa

 

Por Biba Mello

 

FILME DA SEMANA:
“A Fita Branca”
Um filme de Michael Haneck.
Gênero: Drama
País:Austria

 

 

Em um vilarejo na Alemanha, estranhos acontecimentos/crimes acontecem perturbando a rotineira paz do local. O medo toma conta de seus moradores.

 

Por que ver: O filme é uma obra prima e virtuosa. A atuação dos atores é primorosamente naturalista e a fotografia, uma poesia à parte. O diretor tenta explicar a causa do holocausto se apoiando na tese de estrutura autoritária da sociedade alemã, que gerou fortes sentimentos de crueldade e sadismo entre os jovens do início do século XX, a mesma geração que anos mais tarde se juntaria a causa do nazismo. Existe uma fala em off no início do filme que narra: “os eventos que se passaram ali, naquele vilarejo, no início do século, são de extrema importância para se compreender os eventos dramáticos que aconteceriam na Alemanha, décadas depois”.

 

Como ver: Depois de ter se revoltado com o nosso altual governo em redes sociais… Será que se este filme fosse no Brasil, se chamaria “A Fita Vermelha?

 

A história mundial nos faz refletir sempre que vivemos momentos de crise política e econômica como esta que estamos passando. Precisamos ir mais a fundo para entender o porquê de tudo, e esta foi a tentativa de Haneke(existem estudos que dizem ser infundadas estas teses, mas ai a discussão se aprofunda muito e este texto não visa isto). No filme, os filhos do pastor usam uma fita branca no braço (o diretor faz uma alusão à faixa com estrela de David que os judeus usavam para se destinguir socialmelte dos alemães). Outra referência feita ao “modus operandi”alemão, é quando um deficiente mental tem seus olhos perfurados. Nos faz recordar que a Alemanha mandou exterminar todos seus cidadãos incapazes para a purificação da raça ariana… AFFE!

 

Quando não ver: Se você repudia filmes que exigem um maior aprofundamento… Este filme não será a sua praia.

 

Agora, uma mensagem a meus cologas cineastas: e ai, quem se habilita a explicar os porquês em um filme instigante como este?

 

Biba Mello, diretora de cinema, blogger e apaixonada por assuntos femininos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s